Tamanho do texto

Este já é o vigésimo ministro anunciado pelo presidente eleito; almirante já atuou como um observador militar das forças de paz da ONU em Sarajevo

Jair Bolsonaro anunciou o almirante de esquadra Bento Costa Lima Leite como novo ministro de Minas e Energia
Divulgação/Governo de Transição
Jair Bolsonaro anunciou o almirante de esquadra Bento Costa Lima Leite como novo ministro de Minas e Energia

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), começou esta sexta-feira (30) anunciando, pelo Twitter, o nome do seu futuro ministro de Minas e Energia. O escolhido foi o almirante de esquadra Bento Costa Lima Leite.

Leia também: Osmar Terra vai para Cidadania e será primeiro nome do MDB no governo Bolsonaro

Este é o vigésimo ministro anunciado por Jair Bolsonaro. A previsão, por enquanto, é que permaneçam 22 ministérios, dos atuais 29. Isso porque, desde a sua campanha, Bolsoanro vem anunciando que possui a intenção de enxugar as pastas para economizar recursos.

Atualmente, o almirante de esquadra é diretor-geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha. Nascido no Rio de Janeiro, Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Júnior começou a sua carreira na Marinha em 1973, passando pelo comando e pela chefia da Esquadra. Assumiu o cargo de chefe de gabinete do Comando da Marinha e comandante da Força de Submarinos Brasileira.

Leia também: Bolsonaro anuncia Gustavo Canuto para o Ministério do Desenvolvimento Regional

No exterior, o almirante atuou como observador militar das forças de paz da Organização das Nações Unidas (ONU) em Sarajevo, na Bósnia-Herzegovina. Em sua formação, é pós-graduado em Ciência Política pela Universidade de Brasília e fez um MBA em Gestão Pública na Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Por enquanto, além de Lima, o primeiro escalão de Bolsonaro é composto por Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Paulo Guedes (Economia), General Augusto Heleno (Segurança Institucional), Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia), Sérgio Moro (Justiça), Tereza Cristina (Agricultura), General Fernando Azevedo e Silva (Defesa), Ernesto Araújo (Relações Exteriores), Roberto Campos Neto (Banco Central) e Wagner Rosário (Transparência e CGU).

Leia também: Novo ministro do Turismo será o deputado do PSL Marcelo Álvaro Antônio

Além deles, foram escolhidos também o futuro ministro Luiz Henrique Mandetta (Saúde), André Luiz de Almeida Mendonça (AGU), Gustavo Bebianno (Secretaria Geral da Presidência), Ricardo Vélez Rodríguez (Educação), General Carlos Alberto dos Santos Cruz (Secretaria de Governo), Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura), Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional), Osmar Terra (Ministério da Cidadania), Marcelo Álvaro Antônio (Turismo).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.