Tamanho do texto

Em sua primeira audiência com o ex-presidente, Gabriela Hardt, substituta de Sérgio Moro, chamou a atenção do ex-presidente: 'Melhor parar com isso'

Primeira audiência de Lula com a juíza Gabriela Hardt foi marcada por desentendimentos
Reprodução/JFPR
Primeira audiência de Lula com a juíza Gabriela Hardt foi marcada por desentendimentos

Substituta do futuro ministro da Justiça Sérgio Moro nos processos da Operação Lava Jato em primeira instância, a juíza Gabriela Hardt teve, na tarde desta quarta-feira (14) sua primeira audiência com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O interrogatório, que tratou sobre as  reformas do sítio em Atibaia  foi marcado pela resposta firme da magistrada quando as acusações foram ironizadas pelo petista.

Leia também: Eunício ‘faz as pazes’ e pedirá urgência em projeto que agrada Paulo Guedes

Ao ser questionado se sabia do que estava sendo acusado, o ex-presidente foi sarcástico e disse que "não sabia". Após as explicações da juíza sobre o processo ser sobre as reformas feitas no sítio, o ex-presidente questionou. "Mas eu sou dono do sítio ou não?".

"Isso é o senhor que tem que responder, não eu, doutor, e eu não estou sendo interrogada neste momento. Senhor ex-presidente, isso aqui é um interrogatório e se o senhor começar nesse tom comigo nós teremos problemas", responde a magistrada, que ainda completou. "Vamos começar de novo. Eu sou a juíza do caso e vou fazer as perguntas que preciso para o senhor possa ser sentenciado."

Mais tarde, a magistrada voltou a chamar a atenção do ex-presidente, que acusou Sérgio Moro de ser amigo de Alberto Youssef. "Possivelmente, por conta de que o delator principal é o Youssef, que era amigo do Moro desde o caso do Banestado (Banco do Estado do Paraná). É isso, lamentavelmente é isso", disse Lula.

"Moro não é amigo do Youssef e nunca foi", retrucou a juíza, pedindo que o líder petista se resumisse a comentar o processo do sítio, sem fazer referências à Moro. "É melhor o senhor parar com isso", finalizou.

Ao fim do processo, o ex-presidente voltou a afirmar que se sente "vítima" da Lava Jato. Na avaliação de Lula, sua condenação "se impôs" à Moro pela imprensa. “Eu me sinto vitima do processo do Tríplex, do processo do sítio e do terreno do instituto Lula” , disse. “Eu era um troféu que a Lava-Jato precisava entregar”, concluiu.


Quem é a juíza Gabriela Hardt?

A juíza Gabriela Hardt assumiu provisoriamente os processos da Lava Jato que estavam com Sérgio Moro
Reprodução/Twitter
A juíza Gabriela Hardt assumiu provisoriamente os processos da Lava Jato que estavam com Sérgio Moro

Gabriela Hardt ingressou na magistratura por concurso em 2007, sendo nomeada em 2009. Desde 2014 ela atuava como substituta de Moro na Lava Jato. Curitibana, ela é filha de Jorge Hardt Filho, engenheiro que trabalhou por vinte anos na Petrobrás. Ela é formada na  Universidade Federal do Paraná (UFPR), a mesma onde Moro lecionava direito. 

Leia também: Bolsonaro anuncia Ernesto Araújo como ministro das Relações Exteriores

Gabriela Hardt já vinha atuando em situações de ausência do magistrado titular. Foi ela, por exemplo, quem decretou a prisão do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu em maio deste ano. Além dos casos próprios, a juíza ficará provisoriamente a cargo também de todos os casos sob a responsabilidade de Moro, que não devem ser redistribuídos, permanecendo na 13ª Vara Federal.

A partir da exoneração de Moro, a vaga de titular aberta deverá ser oferecida por meio de um edital de remoção, do qual poderá participar qualquer juiz federal titular interessado que atue não só no Paraná, mas também em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul. Os três estados estão sob a supervisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), com sede em Porto Alegre.

 Sérgio Moro já anunciou seu afastamento imediato das atividades como juiz, “para evitar controvérsias desnecessárias”, disse, em nota. Ele deverá assumir a pasta da Justiça, que englobará a área de Segurança Pública e outros órgãos de fiscalização federal. A juíza Gabriela Hardt , assim, só ficará no lugar do ex-colega por um breve período, já que o TRF-4 escolherá um juíz titular para o cargo nos próximos meses.

    Leia tudo sobre: Lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.