Danilo dos Santos Albino foi preso pela Polícia Rodoviária Federal em SP, nesta terça (2)
Reprodução
Danilo dos Santos Albino foi preso pela Polícia Rodoviária Federal em SP, nesta terça (2)

Danilo dos Santos Albino, de 38 anos, foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na tarde desta segunda-feira, em São Paulo . Foragido da Justiça, ele era um dos homens mais procurados do Brasil, integrante da maior facção criminosa paulista e assaltante de bancos na modalidade "novo cangaço".

Os agentes encontraram Albino por volta das 16h, na rodovia Fernão Dias, no município de Vargem. O suspeito apresentou uma carteira nacional de habilitação (CNH), mas o nervosismo do suspeito chamou a atenção dos policiais. O documento era falso.

Após algumas perguntas e fiscalização do veículo, o suspeito entrou em contradição e os policiais descobriram que, na verdade, se tratava de um foragido de alta periculosidade.

PRF prende integrante de quadrilha do 'novo cangaço'
Reprodução
PRF prende integrante de quadrilha do 'novo cangaço'

Albino acabou admitindo a própria identidade. Contra ele havia quatro mandados de prisão em aberto por assaltos a bancos em quadrilha de novo cangaço. O suspeito também era foragido do sistema penal de São Paulo.

"O homem acabou por confessar que na verdade era outra pessoa, procurado no Brasil todo, e integrante de uma facção Paulista que age dentro e fora dos presídios. Afirmou que é assaltante de banco na modalidade "novo cangaço", onde o roubo se dá com domínio da cidade, enfrentamento às forças de segurança e feitura de reféns", diz a PRF.

Albino foi encaminhado para a delegacia "devido à alta periculosidade". Em nota, a Polícia Civil de São Paulo informou que o caso foi registrado na Delegacia de Vargem como captura de procurado e uso de documento falso. O carro e o celular do preso foram apreendidos.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários