Força-tarefa apreendeu armas e munições
Divulgação/ Polícia Rodoviária Federal
Força-tarefa apreendeu armas e munições


Os corpos de 19 dos 26 suspeitos mortos na operação policial que aconteceu no último domingo (31) , no município mineiro de Varginha, foram identificados. Eles estão no Instituto Médico-Legal Dr. André Roquette, em Belo Horizonte.


Segundo informações do G1 MG, boletins de ocorrência registrados entre 2011 e 2021 indicam que ao menos nove deles tinham antecedentes criminais . Os registros são por crimes como roubo, assalto à mão armada e tráfico.


Os mortos identificados são:

1. Artur Fernando Ferreira Rodrigues, 27 anos, de Uberaba (MG);

2. Dirceu Martins Netto, 24 anos, de Rio Verde (GO);

3. Eduardo Pereira Alves, 42 anos, de Brasília (DF);

4. Evando José Pimenta Junior, 37 anos, de Uberlândia (MG);

5. Gerônimo da Silva Sousa Filho, 28 anos, de Porto Velho (RO);

6. Gilberto de Jesus Dias, 29 anos, de Uberlândia (MG)

7. Giuliano Silva Lopes, 32 anos, de Uberlândia (MG);

8. Gleisson Fernando da Silva Morais, 36 anos, de Uberaba (MG);

9. Isaque Xavier Ribeiro, 37 anos, de Gama (DF);

10. Itallo Dias Alves, 25 anos, de Uberaba (MG);

Leia Também

11. José Filho de Jesus Silva Nepomuceno, 37 anos, de Caxias (MA);

12. José Rodrigo Dama Alves, 33 anos, de Uberlândia (MG);

13. Julio Cesar de Lira, 36 anos, de Santos (SP);

14. Nunis Azevedo Nascimento, 33 anos, de Novo Aripuanã (AM);

15. Raphael Gonzaga Silva, 27 anos, de Uberlândia (MG);

16. Ricardo Gomes de Freitas, 34 anos, de Uberlândia (MG);

17. Romerito Araujo Martins, 35 anos, de Goiânia (GO);

18. Thalles Augusto Silva, 32 anos, de Uberaba (MG);

19. Zaqueu Xavier Ribeiro, 40 anos, Goiânia (GO).


Operação em Varginha

Esses 19 e os outros sete homens foram mortos em meio a uma operação conjunta entre a Polícia Militar (PM), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Batalhão de Operações Especiais (Bope). Nenhum agente ficou ferido.


De acordo com a publicação, a PRF informou que foram dois confrontos. No primeiro, os suspeitos teriam atacado as equipes da PRF e da PM, o que culminou na morte de 18 criminosos. Depois, outra parte da quadrilha foi encontrada e sete suspeitos morreram no que a corporação classificou como uma intensa troca de tiros.



A PM de Varginha contou que os suspeitos haviam alugado um sítio na cidade para ficar perto do Batalhão da PM e realizar assaltos a bancos. Os agentes apreenderam explosivos, armas longas ponto 50, 10 fuzis, outros tipos de armas, munições, granadas, coletes, miguelitos e 10 veículos roubados.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários