Clima de tensão no Alemão
Reprodução - 21.07.2022
Clima de tensão no Alemão


Durante coletiva sobre  a ação no Complexo do Alemão representantes das Polícias Militar e Civil lamentaram a morte do cabo Bruno Costa e de Letícia Marinho Salles, de 50 anos, que morreram durante os confrontos. Segundo o tenente-coronel Uirá Nascimento, comandante do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), criminosos usavam roupas parecidas com as das políciais do Rio:

"O Bope, juntamente com a Core, e com o apoio final da PRF, fizemos a ação de hoje. Tínhamos informações de inteligência de que aquela quadrilha pudesse fazer movimentações criminosas, e agimos de forma muito rápida. Criminosos estavam com roupas similares às das polícias para cometer atentados dentro da nossa cidade, como roubos a instituições financeiras e invasão a comunidades rivais", afirmou o comandante do Bope.

"A reação da polícia depende da ação dos criminosos. Desde o início, quando chegamos, havia várias barricadas com fogo. Nossas equipes foram violentamente atacadas. Há registros inclusive de tiros traçantes em direção a aeronaves. Em razão disso, a polícia precisa agir para proteger as próprias vidas e a sociedade", completou o Delegado Fabrício Oliveira, titular da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core).

No início desta tarde, segundo o porta-voz da PM, tenente-coronel Ivan Blaz, três suspeitos também morreram durante a ação. Ao longo do dia a Defensoria Pública do Rio divulgou uma lista com 15 pessoas que teriam morrido durante a ação. No documento há o nome de 12 mortos, a menção de três homens sem identificação e duas pessoas feridas. O nome do cabo Bruno Costa, morto durante os confrontos, não foi citado.

De acordo com as secretarias de Saúde, cinco mortos estão na UPA do Alemão e dois no Hospital Estadual Getúlio Vargas, o que aumentaria o número de óbitos comunicados pela PM para sete. Embora ainda não tenham sido identificados pela polícia, mais três corpos chegaram à UPA no início desta tarde.

Com os nomes já identificados no Hospital Getúlio Vargas, o número de mortos na operação, somando a lista enviada pela Defensoria Público, chegaria a 17.


Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o perfil geral do Portal iG .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários