Material apreendido na casa de um dos alvos da operação
Reprodução
Material apreendido na casa de um dos alvos da operação

Uma operação, em desdobramento ao inquérito que investiga a morte da vereadora Marielle Franco está sendo realizada na manhã desta quinta-feira, por agentes da Delegacia de Homicídios da Capital e da Corregedoria da Polícia Militar destinada ao cumprimento de seis mandados de busca e apreensão. Os alvos seriam seis policiais militares que tinham relações com Ronnie Lessa, preso acusado de ter matado a vereadora e o seu motorista , Anderson Gomes, em março de 2018.

Os investigados, segundo a polícia, atuavam com Lessa para a venda de armas, drogas e máquinas caça-níqueis. Mais de 100 agentes estão nas ruas para cumprir os mandados de busca e apreensão Num dos endereços já visitados, a corregedoria da PM e os policiais civis encontraram armas e dinheiro, que foram apreendidos.

Segundo o Bom Dia Rio, da TV Globo, dos alvos, cinco estariam na ativa e um na reserva. Foi na casa de um deles que os agentes fizeram a apreensão.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários