Carro de vítima recuperado pela polícia
Reprodução
Carro de vítima recuperado pela polícia

O carro do farmacêutico Carlos Alexandre Resende, assassinado nesta sexta-feira, com um tiro na cabeça, na Tijuca, foi recuperado na Avenida Brasil, na altura de Parada de Lucas, por policiais do 16 º BPM . O veículo, um Jeep Renegade, foi levado pelos criminosos logo após o crime e, agora, passa por perícia na Delegacia de Homicídios da Capital (DHC).

Carlos Alexandre foi morto por volta das 5h40, na Praça Carlos Paolera. De acordo com o ambulante que tinha acabado de falar com a vítima, no momento em que foi baleado, ele estava dentro do carro e foi retirado pelos criminosos, que entraram no veículo e fugiram.

Ele retornou ao local onde seu veículo estava estacionado, mas a vítima já não tinha mais sinais de vida. De acordo com um relato de uma testemunha nas redes sociais, os assaltantes estavam no ônibus 623. Eles saltaram do coletivo, assaltaram a vítima e a mataram.

Ele estava na praça aguardando a mulher, Alessandra Moraes Luiz, que veio de São Paulo em um ônibus fretado. Ela chegou por volta das 6h30, e tentava fazer contato com o marido quando descobriu que ele estava morto.

O local onde houve o crime é cercado por árvores e um pouco afastado do comércio da Rua São Francisco Xavier, o que dificulta a captação de imagens por câmeras de segurança. A igreja de São Francisco Xavier, por sua vez, possui câmeras de vigilância, mas todas voltadas para a parte interna do pátio. A única câmera que pode ter captado imagens do crime fica na esquina Avenida Heitor Beltrão com a Rua São Francisco Xavier e pertence à Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio). De acordo com comerciantes, agentes da Polícia Civil estiveram pela manhã no local e identificaram a presença do equipamento.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários