Dono de motel descobriu traição
Reprodução
Dono de motel descobriu traição

Após descobrir o relacionamento entre sua mulher e o funcionário, o dono de um motel, de 57 anos, atirou três vezes contra o homem no último domingo (31), em Marília, no interior de São Paulo

Dhaubian Braga Brauioto Barbosa, coronel aposentado da Polícia Militar, é dono do Motel Fênix, local onde ocorreu o assassinato e onde Daniel Ricardo da Silva trabalhava. Barbosa teve prisão temporária decretada na última quinta-feira (4) e alega ter feito os disparos em legítima defesa.

"A motivação foi passional. A vítima mantinha um relacionamento com a esposa do oficial, o que ficou comprovado inclusive no depoimento dela, que também é policial militar", afirmou o delegado seccional Wilson Frazão ao portal G1 .

De acordo com a polícia, Daniel foi atingido pelos tiros quando chegava para trabalhar no motel na manhã de domingo. Após descobrir a traição, o dono do motel procurou a vítima, que também estaria armada e, segundo o suspeito, o funcionário teria esboçado reação de sacar o revólver, e então o coronel aposentado teria atirado.

Leia Também

A arma usada no crime não foi encontrada, apesar de o acusado ter dito que deixou o item no local. "Ao lado do corpo havia uma arma da PM, mas que é da esposa do suspeito, também policial militar. No entanto, nada indica que essa arma foi ou estivesse sendo utilizada pela vítima", acrescentou o delegado.

A polícia continua investigando o caso.

O dono do motel prestou depoimento nessa quarta-feira (3), na Central de Polícia Judiciária de Marília, e teve a prisão temporária decretada por 30 dias nessa quinta.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários