Ataque deixou mortos e feridos em Araçatuba (SP)
Reprodução
Ataque deixou mortos e feridos em Araçatuba (SP)

Nesta terça-feira (31), mais dois homens foram presos suspeitos de participarem do ataque aos bancos de Araçatuba, no interior de São Paulo, na madrugada dessa segunda-feira (30) . Eles foram detidos em Piracicaba (SP) e, com isso, agora são seis presos que estariam envolvidos na ação.

Um dos homens foi localizado baleado em uma residência no bairro Lago Azul acompanhado de dois acusados de integrar a mais alta hierarquia do Primeiro Comando da Capital (PCC) no Distrito Federal. Com um ferimento grave no braço, ele foi levado à delegacia com a dupla e já era procurado por roubo de carga na cidade de Campinas.

O segundo suspeito foi encontrado internado na Santa Casa de Piracicaba, internado em estado grave e correndo risco de morte. De acordo com a polícia de São Paulo, ele também já era procurado e "tudo indica que participou" dos ataques em Araçatuba.

O mega-assalto às agências bancárias da cidade deixou três pessoas mortas — entre eles, um dos criminosos — e outras cinco feridas. Uma das vítimas teve os pés amputados após mexer acidentalmente em um explosivo deixado pelos assaltantes .

Segundo as investigações, os responsáveis pelo ataque fizeram moradores de reféns e os usaram como 'escudo humano', como mostram as imagens compartilhadas nas redes sociais .

Além disso, os criminosos espalharam explosivos pela cidade . Até a manhã de hoje, a Polícia Militar conseguiu identificar 93 bombas ao redor de Araçatuba. Dessas, 32 estavam em via pública, 29 em um caminhão, 19 em carros abandonados e 13 em um banco. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários