Caminhonete usada em ataque a Cametá (PA) foi encontrada
Reprodução / Redes Sociais
Caminhonete usada em ataque a Cametá (PA) foi encontrada

O Governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), afirmou nesta quarta-feira (2) durante entrevista que  os criminosos que invadiram a cidade de Cametá, no Pará, fizeram reféns e assaltaram uma agência do Banco do Brasil, contudo, não tiveram sucesso na empreitada.

"A quadrilha não obteve êxito. Portanto, no momento da incursão interna, a quadrilha acabou errando o cofre e não levou nenhum valor da agência bancária", afirmou o governador do estado.

Segundo informações, cerca de 150 pessoas foram feitas reféns pelos criminosos, cerca de 10 homem fortemente armados. Alessandro de Jesus Lopes Moraes , de 25 anos morreu ao tentar fugir do escudo humano e ser atingido por tiros, um outro homem está internado no hopsital após levar um disparo na perna.

Apesar da grande destruição causada, nenhum valor foi levad o. Barbalho afirmou que o fracasso do grupo deve deixar toda a região em alerta pois há a possibilidade de novas tentativas.

Esse é o segundo grande caso desta semana em que quadrilhas invadem cidades de pequeno porte, fazem reféns e assaltam bancos. Na noite de segunda-feira (30), um assalto em Criciúma , Santa Catarina, deixou a cidade sitiada, onde 30 criminosos encapuzados, fortemente armados, renderam policiais e tiveram exito tanto na fuga quanto no assalto à agência bancária.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários