mulher trans
Reprodução / Facebook
Marcinha Shokenna Bastos foi encontrada morta no último domingo

A Polícia Civil busca informações sobre os envolvidos na morte da transexual Márcia Shokenna Bastos da Silva, na tarde do último domingo, dia 14, em Maricá, na Região Metropolitana do Rio. O Portal dos Procurados divulgou nesta quarta-feira, dia, o cartaz com o título "Quem Matou?" e uma foto da mulher de 28 anos para ajudar nas investigações já iniciadas pela Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSGI).

Leia mais:

A polícia investiga o que motivou o assassinato da mulher, de 28 anos, que foi encontrada com sinais de espancamento, na Rua Prefeito Joaquim Mendes, no bairro Amizade. Segundo as investigações, o corpo possuía marcas de agressão a pauladas e estava caído na entrada de um sítio. Ainda segundo as informações da polícia, ela ainda tentou escapar, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na fuga.

Na noite de sábado, véspera do assassinato, Marcinha fez uma última postagem no seu perfil no facebook e publicou uma foto na qual limpa lágrimas. Na mensagem, uma fala sobre a dor de um amor. "Lembrar da época que quase me apaixonei, você me desviou da bala. Mostrou ser um idiota, que quase eu te amei", escreveu a mulher trans .

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização dos assassinos de Márcia Bastos, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procuradosrj/ , pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular – Disque Denúncia – . O Anonimato é garantido.

Todas as denúncias sigilosas sobre o caso serão encaminhadas para a - DHNSGI – que está encarregada do caso e do inquérito criminal.

    Veja Também

      Mostrar mais