Igreja EUA
Reprodução
A Igreja Batista Graystone, em Lewisburg, registrou 28 casos de uma vez

Menos de um mês depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, pediu que as igrejas reabrissem, a Virgínia Ocidental registrou um número significativo de surtos de novo coronavírus vinculados a esses lugares. De acordo com um comunicado do departamento de saúde pública do estado, publicado no sábado e divulgado pela imprensa americana, cinco igrejas foram atingidas. Em uma única casa de oração do Condado de Greenbrier, pelo menos 17 casos foram identificados inicialmente, mas o governador Jim Justice revelou na segunda-feira que esse número havia subido para 28.

Leia também
Trump assina decreto sobre reforma da polícia após protestos
Trump confirma que quer retirar militares americanos da Alemanha
Nova York registra 23 mortes por Covid-19 em 24h, menor número em 3 meses

As autoridades de saúde disseram que houve mais oito casos relacionados a outra igreja no Condado de Hampshire; sete no Condado de Boone; e cinco cada nos condados de Jefferson e Marshall. E revelaram ao "Yahoo News" que os fiéis infectados haviam infectado 26 pessoas adicionais, de modo que o número total de pessoas que contraíram a Covid-19 , direta ou indiretamente, por causa dos cultos chegou a 79.

"Estamos monitorando qualquer aumento nos casos com coordenação do departamento de saúde local", afirmou Allison Adler, diretora de comunicações do Departamento de Saúde e Recursos Humanos do estado, acrescentando que a Guarda Nacional da Virgínia Ocidental estava ajudando na resposta, inclusive ajudando a limpar as cinco igrejas .

Descrevendo o coronavírus como um "assassino com balas de canhão", o governador Justice sugeriu que os representantes da igreja em Greenbrier - a Igreja Batista Graystone - não tomavam medidas suficientes para proteger os paroquianos. "Talvez não tenhamos tido cautela lá. Talvez não tivéssemos uma distância social adequada ou não usamos máscaras adequadamente". Mais tarde, ele esclareceu que isso era apenas um "rumor".

Graystone postou uma declaração no Facebook na tarde de sábado: "Incentivamos muito qualquer pessoa que estivesse se sentindo mal a permanecer em casa. Frequentar a igreja era voluntário. Exemplificamos o distanciamento social dentro dos muros da igreja. Divulgamos e utilizamos estações de higienização das mãos e sprays antibacterianos. Não entendemos a fonte do surto. Da melhor maneira possível, seguimos as diretrizes que nos foram dadas".

Até o momento, a Virgínia Ocidental foi afetada de maneira relativamente leve pelo novo coronavírus , que matou 88 pessoas no estado, de acordo com o "Yahoo News".

    Veja Também

      Mostrar mais