Tamanho do texto

Aos seis anos de idade e sonhando em se tornar um policial da ROTA, menino Alexsandro luta contra um câncer e teve dia especial, com direito à montaria

Visita do menino Alexsandro ao Regimento 9 de Julho da Cavalaria da Polícia Militar de SP
Divulgação/Polícia Militar
Visita do menino Alexsandro ao Regimento 9 de Julho da Cavalaria da Polícia Militar de SP

Com apenas seis anos de idade, o pequeno Alexsandro tem enfrentado uma difícil batalha contra o câncer. A luta é diária e requer muito empenho do menino e de sua mãe, Renata Santos de Araújo, que deixou a casa onde vive em Ibiúna, na Grande São Paulo, para acompanhar a internação do filho em uma das unidades do Graac. Mas recentemente pôde viver o sonho de visitar a Cavalaria da PM. 

A permanência do garoto no centro hospitalar já se estende por 25 dias, mas Alexsandro tem alma de guerreiro: "O sonho dele é ser um policial da ROTA [Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar, a tropa de elite da Polícia Militar de SP ] e ele queria muito conhecer a Cavalaria da PM ", disse a mãe do menino em entrevista ao iG.

Em busca de maneiras de animar o pequeno Alexsandro na luta contra a doença, que já se mostra em estado avançado e compromete o funcionamento de alguns órgãos da criança, Renata pediu apoio de Policiais no fim do mês passado. A tocante história de vida do menino sensibilizou Cabos, Sargentos e Tenentes da PM, que  mobilizaram uma visita a Alexsandro e às demais crianças que recebem tratamento na unidade do Ibirapuera (zona sul de SP) do Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer.

Daquela visita surgiu a promessa de que Alexsandro poderia conhecer o ambiente de trabalho dos Policiais do Regimento de Polícia Montada 9 de Julho , cujo quartel fica na região central de São Paulo.

Mas a condição médica do menino mais uma vez traiu os planos de todos: na sexta-feira passada, ele voltou a se sentir muito mal e os responsáveis pelo seu acompanhamento clínico temeram que o pequeno não pudesse deixar seu leito naquele fim de semana. "Disseram que talvez ele pudesse ir no quartel no sábado. Mas isso só se ele passasse bem a noite", lembra Renata.

Leia também: COE, tropa de elite da PMSP, faz demonstração de força contra o crime

Melhora clínica e sonho realizado

Alexsandro ganhou a luta naquela noite e pôde realizar o sonho de conhecer o local de preparação dos Policiais de uma das principais unidades da PM paulista. Nesse caso, foi a recompensa que veio a cavalo.

"Ele ficou muito emocionado, adorou tudo", lembra Renata. "No começo, um cavalo queria lamber o pé dele e ele ficou receoso. Mas depois ele se soltou e começou a interagir com os animais. A emoção dele não tem tamanho."

Alexsandro visitou o quartel vestindo a farda completa que havia ganhado dos Policiais da ROTA no dia da visita ao Graac. O menino, que até então nunca havia chegado tão perto de um cavalo em sua vida, pôde até mesmo montar em um dos animais.

A batalha contra o câncer custou ao filho de Renata a amputação de sua perna direita, mas isso não foi impedimento para que Alexsandro deixasse de se aventurar no dorso do animal. A atividade foi facilitada pela experiência dos Policiais da Cavalaria em promover a interação entre pacientes com necessidades especiais e cavalos – tarefa que é feita há 24 anos pelo Regimento 9 de Julho por meio da equoterapia .

Renata conta que, além de sonhar em vir a ser um Policial da ROTA, Alexsandro também sempre quis ter um cavalo de estimação (apesar de a família já possuir cães, gatos, patos e galinhas em Ibiúna). Mas, embora tenha se encantado ao interagir com os animais, o menino aprendeu na visita que talvez seja uma ideia melhor deixar a criação de cavalos para quem realmente entende do ofício.

"Teve um momento que trouxeram uma égua que tinha acabado de tomar banho e o Alexsandro acariciou o pelo dela. Daí lembrei que precisa dar banho, comprar ração, trocar a ferradura... Que tem uma série de cuidados para cuidar do animal. Ele entendeu, e eu acho que na hora ele já desistiu da ideia de ter um cavalo", contou a mãe do menino.

De volta ao seu leito na unidade do Graac, Alexsandro segue incansável em sua luta contra o câncer. O menino voltou a passar mal e a preocupar os médicos na manhã desta quinta-feira (2). Mas o filho da Renata e candidato a futuro policial da ROTA e amigo da Cavalaria da PM tem mesmo alma de guerreiro: ele mais uma vez se recuperou e passou o resto do dia bem.

Leia também: ROCAM espalha equipes e sufoca a criminalidade em São Paulo

Veja imagens da visita do menino ao Regimento 9 de Julho da Cavalaria da PM:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.