Tamanho do texto

Armado com uma faca de cozinha, Thomas McGrath forjou a cena de um crime e ligou para as autoridades, desesperado para conseguir ser detido

Armado com uma faca de cozinha, o australiano fez de tudo para conseguir ser preso pelas autoridades do país da Oceania
Reprodução/The Daily Adviser
Armado com uma faca de cozinha, o australiano fez de tudo para conseguir ser preso pelas autoridades do país da Oceania


Um australiano, morador da cidade de Mount Austin, teve que enfrentar um julgamento na Corte Local de Wagga após cometer um crime com um objetivo muito claro: ser preso para "visitar" alguns de seus familiares e amigos, que estão detidos na penitenciária da cidade da Austrália.

Leia também: "Caça a vampiros" mata cinco no Malawi e ameaça funcionários da ONU; entenda

De acordo com o jornal local The Daily Advertiser , Thomas McGrath, de 19 anos, já tinha arquitetado todo o plano para ser preso quando, depois de discutir com um parente, ligou para a polícia. Assim que o oficial chegou ao local para responder à ocorrência, o jovem retirou do bolso uma faca de cozinha, de 15 centímetros, e apontou para ele.

O agente pediu para o homem deixar a faca no chão, mas ele se recusou com o argumento de que mais policiais chegariam para, finalmente, levá-lo até a prisão. “Fale que eu te ameacei com uma faca. Eu quero ir para a cadeia!”, o jovem falou ao oficial durante a tentativa desesperada.

Todo o caso foi, enfim, levado a sério pelas autoridades , e McGrath teve que depor. Foi quando o advogado Jim Allen, que representou o jovem na Corte, pediu ao magistrado Michael Crompton para considerar uma sentença supervisionada: “a comunidade gostaria de ficar atenta às atitudes dele”, declarou Allen.

Enfim, ele foi condenado a cumprir uma pena alternativa de mais de dois anos, porém, não será detido.

Fuga inesperada

Enquanto uns fazem de tudo para conseguir entrar na penitenciária, outros encontram formas muito peculiares para se livrar do encarceiramento. A Prisão do Condado de Walker, por exemplo, está localizada no estado do Alabama, Estados Unidos, e foi palco de uma inusitada tentativa de fuga em julho: cerca de 12 presos usaram manteiga de amendoim para escapar da cadeia

De acordo com o jornal Chicago Tribune , os presos  envolvidos na fuga utilizaram manteiga de amendoim – o recheio de um sanduíche distribuído na cadeia – para confundir os carcereiros. O plano era usar o creme para esconder a numeração de uma porta em especial, que liga as celas com o exterior, e pedir para que um novo funcionário liberasse o acesso, tudo com o argumento de que aquela porta pertencia à cela de um dos detentos.

Leia também: Irreconhecíveis após cirurgia plástica, chinesas são barradas em aeroporto

A mirabolante ideia funcionou e, unidos, os prisioneiros ainda usaram um cobertor para cobrir o arame farpado de um muro e evitar machucados. Entretanto, apesar dos esforços, todos foram capturados pela polícia. “O plano foi realmente muito bem pensado”, declarou Jim Underwood, chefe do Departamento de Polícia do Condado de Walker, que ainda frisou que o carcereiro enganado pelo preso não será penalizado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.