Biden cumprimenta Shinzo Abe
Reprodução/U.S. Department of State - 03.12.2013
Biden cumprimenta Shinzo Abe

Um porta-voz da Casa Branca informou que o governo dos Estados Unidos está "chocado e triste" com o "violento ataque", na manhã desta sexta-feira (8),  em Nara, no Japão, que resultou na morte do ex-primeiro-ministro do Japão Shinzo Abe.

Segundo o porta-voz, o presidente Joe Biden está "acompanhando de perto" a situação.

Nas redes sociais, Joe Biden, se disse "chocado, indignado e profundamente triste com a notícia" de que o amigo Abe Shinzo foi baleado e morto, segundo o presidente, Abe "foi um campeão da amizade entre o povo."

"Os Estados Unidos estão com o Japão neste momento de luto", completou.

Veja o post:

No Brasil,  Jair Bolsonaro manifestou seu pesar, através das redes sociais, pelo assassinato do ex-primeiro-ministro do Japão Shinzo Abe, baleado durante um discurso de campanha eleitoral. Ele tinha 67 anos.

O presidente decretou luto oficial de três dias e afirmou ter recebido a notícia "com extrema indignação e pesar" e chamou Shinzo de "líder brilhante e que foi um grande amigo do Brasil".

Confira a publicação de Bolsonaro:


Líderes mundiais lamentam assassinato

presidente da Rússia, Vladimir Putin, enviou um telegrama de condolências à família de Abe e definiu seu falecimento como uma "perda irreparável". "As belas lembranças desse homem extraordinário ficarão para sempre nos corações daqueles que o conheceram", acrescentou.

Já o primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi, expressou o "mais profundo luto" de seu governo pela morte do ex-premiê japonês. "A Itália está chocada pelo terrível atentado que atinge o Japão e seu livre debate democrático. Abe foi um grande protagonista da vida política japonesa e internacional nas últimas décadas, graças a seu espírito inovador e à sua visão reformadora", disse.

O chanceler da Alemanha, Olaf Scholz, afirmou por meio de seu porta-voz que recebeu a notícia da morte de Abe com "dor e desânimo" e expressou seu luto ao premiê Fumio Kishida, aos familiares do ex-primeiro-ministro e ao povo do Japão.

Ursula von der Leyen presidente da Comissão Europeia, definiu Abe como "uma pessoa maravilhosa, um grande democrata e um campeão da ordem mundial multilateral". "Esse brutal e vil assassinato choca o mundo todo", acrescentou.

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, que está de saída do cargo, disse estar "incrivelmente triste" com a morte do ex-primeiro-ministro e declarou que sua "liderança global em tempos incertos será lembrada por muitos".

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários