Esta é a primeira ofensiva contra uma plataforma offshores da Crimeia desde que a Rússia deflagrou a guerra na Ucrânia
Ansa
Esta é a primeira ofensiva contra uma plataforma offshores da Crimeia desde que a Rússia deflagrou a guerra na Ucrânia


A Ucrânia assumiu nesta terça-feira (21) a responsabilidade pelos ataques realizados contra plataformas russas de perfuração de petróleo no Mar Negro, alegando ter atingido "instalações" militares em Moscou.

A reivindicação foi divulgada após o líder da região ucraniana da Crimeia, anexada à Rússia, Sergei Aksionov, acusar Kiev de ser responsável pela ofensiva.

Ontem (20), o governo russo relatou um ataque a uma plataforma que teria deixado pelo menos três feridos e sete desaparecidos, enquanto quase 100 pessoas foram evacuadas.

"O inimigo atacou nossas plataformas de perfuração de Chornomorneftegaz, escreveu Aksionov em seu canal no Telegram.

"Estou em contato com colegas do Ministério da Defesa [da Federação Russa] e do FSB (Serviço Federal de Segurança), estamos trabalhando para salvar pessoas." De acordo com o líder da Crimeia, pelo menos 12 pessoas estavam nas plataformas de perfuração, cinco das quais foram resgatadas e três foram feridas. "As buscas de outros continuam", disse Aksionov.


Hoje, fontes russas relataram que um incêndio em uma plataforma de perfuração de hidrocarbonetos no Mar Negro se espalhou para o poço offshore após o ataque das forças ucranianas.

"O fogo na plataforma não se acalma, tentamos em vão nos aproximar em um barco. O fogo se espalhou para o poço. As tentativas de apagá-lo continuam", declarou uma senadora da península ucraniana da Crimeia anexada à Rússia, Olga Kovitidi, citada pela agência Ria Novosti.

Esta é a primeira ofensiva contra uma plataforma offshores da Crimeia desde que a Rússia deflagrou a guerra na Ucrânia em 24 de fevereiro.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários