Grupo tinha objetivo tumultuar o desfile da parada LGBT
Reprodução
Grupo tinha objetivo tumultuar o desfile da parada LGBT

Um grupo de 31 supremacistas brancos foi preso neste sábado pela polícia de Idaho, nos Estados Unidos, após serem encontrados escondidos em um caminhão, estacionado próximo a uma parada LGBT , na cidade de Coeur d'Alene. Acusados de conspiração, os homens teriam ido ao local com o objetivo de provocar um tumulto durante o desfile.

Dentro do caminhão, a polícia disse ter encontrado escudos, uma bomba de fumaça e um plano detalhado de como o grupo iria operar. Os presos eram membros do grupo supremacista Patriot Front. Vídeos nas redes sociais mostram o momento em que os extremistas são detidos:

“É claro para nós que, com base no equipamento que os indivíduos tinham com eles, as coisas em sua posse e o caminhão com eles, e a papelada que tinham com eles, eles vieram para causar tumulto no centro da cidade”, disse o chefe da polícia Lee White à imprensa.


A polícia descobriu o comboio após receber uma denúncia de uma pessoa que viu cerca de vinte homens com máscaras entrarem dentro do caminhão no estacionamento de um hotel.

Apenas um dos presos é de Idaho, os demais tem origem em estados como Texas, Virginia e Colorado. O Patriot Front é um grupo supremacista branco fundado meses após a marcha Unite the Right de 2017, que aconteceu na Virginia.

* Com informações de agências internacionais

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários