Zelensky acusou a Rússia de seguir
Reprodução / Twitter Barack Obama - 10.03.2022
Zelensky acusou a Rússia de seguir "política criminosa" ao deportar população ucraniana

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky , acusou a Rússia que uma "política criminosa de deportar" a população do país para áreas remotas do território russo. O mandatário disse que mais de 200 mil crianças já foram deportadas até agora.

Em discurso nessa quarta-feira (1), Zelensky afirmou que a Rússia "remove à força adultos e crianças. Este é um dos crimes de guerra mais hediondos do país".

"No total, mais de 200.000 crianças ucranianas foram deportadas até agora. São órfãos de orfanatos. E crianças com pais. E crianças divorciadas de suas famílias", continuou.

"O Estado russo dispersa essas pessoas em seu território e instala nossos cidadãos, em particular, em regiões remotas. O objetivo desta política criminosa não é apenas roubar pessoas, mas fazer com que os deportados esqueçam a Ucrânia e não possam retornar", acusou o presidente ucraniano.

De acordo com Zelensky, até o momento, ao menos 243 crianças morreram no conflito, que começou em 24 de fevereiro e está prestes a completar 100 dias . Além disso, 446 menores ficaram feridos e outros 139 estão desaparecidos, segundo o mandatário.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários