Presidente da Rússia, Vladimir Putin
Reprodução / Record News - 31.03.2022
Presidente da Rússia, Vladimir Putin

Nesta segunda-feira (9), o presidente da Rússia, Vladimir Putin, fez uma comparação entre a guerra na Ucrânia com o confronto entre a União Soviética e o exército de Adolf Hitler na Segunda Guerra Mundial. 

O mandatário russo ainda afirmou que “foi forçado” pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) a atacar o país vizinho.

O discurso de Putin foi realizado na data em que se celebra o 77º Dia da Vitória — em memória ao triunfo da União Soviética sobre a Alemanha nazista durante a 2ª Guerra Mundial, em 1945.

“Defender a pátria quando seu destino está sendo decidido sempre foi sagrado. Hoje você está lutando por nosso povo em Donbas, pela segurança da Rússia, nossa pátria”, afirmou o líder russo.

Ao chamar o conflito armado contra a Ucrânia de “operação militar especial”, Putin disse que a Rússia deu “resposta preventiva à agressão na hora certa”.

“A Rússia deu uma resposta preventiva à agressão, com uma decisão forçada e soberana. A operação militar especial era necessária e foi a decisão certa, na hora certa”, pontuou.

Apesar de mencionar o conflito, Putin não fez comentários sobre o progresso russo na Ucrânia nem indicou até quando a guerra deve durar.

Resposta

Em resposta ao discurso de Putin, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse que seu país vencerá a guerra contra a Rússia.

“No Dia da Vitória sobre o nazismo, estamos lutando por uma nova vitória. O caminho para isso é difícil, mas não temos dúvidas de que venceremos”, disse, em discurso feito em Kiev, capital da Ucrânia.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários