Testemunhas relataram que a explosão foi forte o suficiente para ser sentida a vários quarteirões de distância
Reprodução: Redes Sociais
Testemunhas relataram que a explosão foi forte o suficiente para ser sentida a vários quarteirões de distância

Uma explosão em um prédio no centro de Madri, capital da Espanha, que possivelmente foi provocada por um vazamento de gás, deixou 18 feridos e dois mortos na manhã desta sexta-feira (6). Inicialmente, a informação era de que duas pessoas estavam desaparecidas, mas bombeiros que atenderam a chamada informaram que ambos foram encontrados mortos nos escombros.

Segundo o jornal espanhol El País , as vítimas são um hondurenho de 27 anos e um espanhol de 21 anos que trabalhavam há um mês em um canteiro de obras próximo ao local onde ocorreu a explosão. Um deles era pai de dois filhos pequenos. De acordo com o prefeito da cidade, José Luis Martínez, "a explosão foi de tal magnitude que a morte foi imediata."

Os corpos foram encontrados no mesmo local onde ocorreu a explosão, mas estavam tão imersos nos destroços que só foi possível localizá-los várias horas depois do início das buscas. Segundo fontes, a posição dos cadáveres indica que os homens teriam tentado fugir, mas não conseguiram fazê-lo a tempo.

Dos 18 feridos, dez já receberam alta, enquanto quatro foram transferidos para hospitais da cidade. Todos tiveram ferimentos leves, com exceção de um, que sofreu politraumatismo e está em estado grave.

Ao El País , testemunhas relataram que a explosão foi forte o suficiente para ser sentida a vários quarteirões de distância.

"Vibrou tanto que pensei que fosse uma bomba", afirmou María Zapatero. "O barulho foi tremendo e várias janelas quebrara", disse Emilio, porteiro do Ayala 82, um prédio bem frente ao local da explosão. "Nem esperamos que nos despejassem."

"Saímos com pressa, nem tive tempo de pegar a máscara", contou outra testemunha, identificada como Mari Carmen, de 78 anos. "Foi a primeira vez que saí sem ela." De acordo com a idosa, a explosão foi tão violenta que as janelas de sua casa voltadas para a rua foram quebradas.

O SAMUR, sistema de emergência especializado de Madri, instalou um hospital de campanha e um posto de gestão de comando no local onde ocorreu a explosão e pediu aos cidadãos que evitassem a rua para facilitar a circulação de viaturas de emergência. A área foi isolada e deve permanecer assim pelo resto do dia.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários