Secretário-geral da ONU, António Guterres,
Mark Garten/ONU
Secretário-geral da ONU, António Guterres,

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, se reuniu nesta quinta-feira (28) com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, para debater a abertura de corredores humanitários para evacuar os civis de Mariupol.

Após o encontro, o diplomata português participou de uma coletiva de imprensa com Zelensky sobre a cidade portuária no sul da Ucrânia.

"Mariupol é uma crise dentro de uma crise. Milhares de civis estão em perigo e precisam de assistência que garante a sobrevivência. Muitos são idosos que precisam de tratamento médico ou têm mobilidade limitada", disse Guterres, ressaltando que todos "precisam de uma rota de fuga do apocalipse".

O secretário-geral da ONU enfatizou a necessidade de uma negociação para a criação de um corredor humanitário para a retirada de civis que estão na usina siderúrgica de Azovstal.

"Faremos todo o possível para retirar as pessoas da siderúrgica Azovstal em Mariupol", garantiu.

Zelensky, por sua vez, disse que acredita e confia "que o secretário-geral e nós podemos ter um resultado de sucesso".

"Acredito que os grandes líderes mundiais devem vir para a Ucrânia. Estou muito grato ao secretário-geral da ONU, António Guterres, por ter vindo", agradeceu o líder ucraniano, acrescentando que os dois passaram "muito tempo discutindo como a ONU pode ajudar a desbloquear a situação em Azovstal".

Leia Também

Por fim, Guterres reforçou que a ONU respeita a integridade territorial dos países e espera que o direito internacional prevaleça.

"A ONU é consistente na defesa dos valores da ONU e dos valores da Carta da ONU, e um deles é a integridade territorial dos países, que deve ser respeitada. Isso é fundamental do ponto de vista do direito internacional e espero que, como tudo na vida, o direito prevaleça".

Ataque

A ofensiva russa contra Kiev, durante a visita de Guterres, deixou pelo menos 10 feridos. Um dos mísseis danificou um prédio residencial de 25 andares da capital ucraniana, segundo os serviços de emergência ucranianos, citados pelo portal Ukrinform.

De acordo com os relatos, o resgate foi alertado às 20h13 (horário local) sobre um incêndio no distrito de Shevchenkivskyi, que quase destruiu o primeiro e o segundo andares de um edifício residencial, informou o comunicado.

O fogo foi extinto depois de mais de uma hora. Cinco pessoas foram resgatadas e as operações de busca e resgate continuam.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários