Os guardas de fronteira na Romênia fizeram uma
Reprodução/Twitter
Os guardas de fronteira na Romênia fizeram uma "ponte de ursos" para tentar dar um pouco de alegria às crianças ucranianas

Os guardas de fronteira na Romênia fizeram uma "ponte de ursos" para tentar dar um pouco de alegria às milhares de crianças ucranianas que fogem da guerra em seu país.

O local liga Solotvino, na Ucrânia, à cidade romena de Sighetu Marmatiei, e é uma das portas de entrada principais no país.

A ponte sobre o rio Tisza está repleta de ursinhos de pelúcia coloridos, que podem ser pegos pelas crianças assim que passam do posto de controle e que foram doados por voluntários e pelos próprios militares.

Nos primeiros dias de conflito, houve filas de até 15 quilômetros no local, com a maioria das pessoas sendo idosos, mulheres e crianças. Em uma das imagens mais emblemáticas, uma menina de cinco anos chegou sozinha ao posto de controle com uma pequena mala nas mãos.

Leia Também

Além do efeito acolhedor, a estrutura tem uma importância histórica para os romenos. A ponte foi destruída durante os bombardeios da Segunda Guerra Mundial em 1944. Nos anos 2000, ela foi reconstruída assim como era naquela época na ilusão de que os conflitos bélicos europeus tinham acabado.

Segundo dados oficiais dos governos e das Nações Unidas, dos mais de 3,3 milhões de pessoas que já escaparam da Ucrânia, cerca de 518,2 mil foram para a Romênia desde o início dos ataques em 24 de fevereiro.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários