Rússia desmente ONU e acusa EUA de financiar armas químicas
Eskinder Debebe/ UN Photo
Rússia desmente ONU e acusa EUA de financiar armas químicas

Nesta sexta-feira (18), durante reunião emergencial do Conselho de Segurança da ONU, a Rússia se defendeu novamente das acusações de que estaria desenvolvendo armas químicas, desmentiu a própria ONU e afirmou que os EUA são os financiadores da produção desse tipo de arsenal.

O embaixador da Rússia na ONU, Vasily Nebenzya, fez uma acusação aos Estados Unidos, dizendo que eles violaram a convenção sobre armas biológicas e que agentes americanos colaboravam em testes desses arsenais em território ucraniano. “Os Estados Unidos faziam um uso cínico do território ucraniano para pesquisas perigosas”, afirmou.

Os EUA e embaixadores da ONU têm afirmado que a Rússia desenvolve armas biológicas e planeja usá-las no conflito com a Ucrânia, além de produzir informações falsas a fim de justificar invasão militar no país.

O representante russo rebateu as acusações e criticou o fato de que o apoio oferecido pelos Estados Unidos à Ucrânia é, sobretudo, na área de defesa.

Durante o encontro, os representantes do Brasil e da China endossaram a condenação desse tipo de armamento e citaram as consequências em caso de uso.

Leia Também

Ainda nesta semana, o Ministério da Defesa da Rússia afirmou que o governo ucraniano planeja um ataque químico contra o próprio povo para acusar Moscou de usar armas químicas no conflito com a Ucrânia. Não existem evidências que comprovem a acusação do órgão russo.

Alertas para o uso de armas nucleares

A ONU e a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) têm feito alertas sobre a possibilidade do uso de armas nucleares na guerra entre Rússia e Ucrânia. A entidade acusa opaís liderado por Vladimir Putin de “aumentar o nível de alerta” para forças nucleares.

Os serviços de inteligência do Reino Unido também acusam a Rússia de planejar esse tipo de ataque. A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, afirmou, no início do mês, que o Exército russo teria um estoque desse tipo de arsenal.

“Todos nós devemos estar atentos para que a Rússia possivelmente use armas químicas ou biológicas na Ucrânia, ou crie uma operação de bandeira falsa usando-as. É um padrão claro”, ressaltou.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários