Presidente da Belarus ameaça Ucrânia
Reprodução: commons - 17/03/2022
Presidente da Belarus ameaça Ucrânia

O presidente de Belarus, Aleksandr Lukashenko, ameaçou nesta quinta-feira (17) responder a Ucrânia se o país prosseguir com sua "suposta escalada" contra Minsk.

"Se a Ucrânia continuar com sua escalada contra Belarus, nós não a deixaremos sem resposta", disse Lukashenko, citado pela agência de notícias russa "Tass".

O chefe de Estado bielorrusso ainda acrescentou que se o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, se recusar a assinar um acordo com seu homólogo russo, Vladimir Putin, Belarus será forçada a assinar um ato de capitulação.

Aliado político de Putin, Lukashenko está vendo seu país receber diversas sanções por apoiar a Rússia na guerra da Ucrânia. O Canadá, por exemplo, anunciou na última quarta-feira (16) o fechamento de seu espaço aéreo para companhias aéreas de Belarus.

Leia Também

Os Estados Unidos, no entanto, decidiram renovar recentemente as sanções contra Lukashenko, tendo expandido para incluir os membros da família do presidente bielorrusso. O secretário de Estado do país, Antony Blinken, disse que as medidas foram motivadas pela "guerra premeditada e injustificada" da Rússia contra a Ucrânia.

Na ocasião, Blinken criticou firmemente Belarus por ter "apoiado" e "facilitado" a invasão dos russos. A nação permitiu que a Rússia enviasse forças de combate ao longo de sua fronteira com a Ucrânia antes do ataque de 24 de fevereiro.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários