Base militar de Yavoriv, na Ucrânia, foi alvo de ataque russo
Reprodução/ukrinform.net
Base militar de Yavoriv, na Ucrânia, foi alvo de ataque russo

A embaixada dos EUA em Kiev, capital da Ucrânia, denunciou nesta quarta-feira que militares russos  mataram dez pessoas que formavam uma fila para comprar pão na cidade de Chernihiv, no norte do país. O comunicado foi publicado no Twitter e no Facebook da representação diplomática, sem citar provas da autoria russa ou mostrar algum registros do ataque.

"Tais ataques horríveis devem parar. Estamos considerando todas as opções disponíveis para garantir a responsabilização por quaisquer crimes de atrocidade na Ucrânia", diz o comunicado.

Um vídeo mostrando as supostas vítimas circula pelas redes sociais. As imagens foram geolocalizadas pela CNN americana, que confirmou que o grupo foi ferido no local. A gravação com imagens borradas mostra o que parecem ser corpos sem vida no chão e alguém sendo carregado para um veículo próximo.

Chernihiv está cercada por forças russas e tem sido alvo dee intensos bombardeios na última semana, muitos deles atingindo áreas residenciais. As Nações Unidas registrou cerca de 600 mortes de civis desde o início da guerra na Ucrãnia, mas reconhece que o número real deve ser muito maior. Autoridades ucranianas dizem que milhares foram mortos – mais de 2 mil apenas na cidade de Mariupol, no sul.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários