Paquistão alertou Índia sobre
Reprodução / Google Maps - 11.03.2022
Paquistão alertou Índia sobre "consequências desagradáveis"

Nesta sexta-feira (11), a  Índia afirmou ter disparado um míssil acidentalmente contra o  Paquistão nesta semana devido a um "mau funcionamento técnico" durante manutenção de rotina.

"Em 9 de março de 2022, durante uma manutenção de rotina, um mau funcionamento técnico levou ao disparo acidental de um míssil", disse o Ministério da Defesa indiano em comunicado.

"Sabemos que o míssil caiu em uma área do Paquistão. Embora o incidente seja profundamente lamentável, também é uma questão de alívio que não houve perda de vidas devido ao acidente."

O ministério disse que o governo "tomou uma visão séria e ordenou um Tribunal de Inquérito de alto nível" sobre o ocorrido.

Após o incidente, o Ministério das Relações Exteriores do Paquistão disse ter convocado o encarregado de negócios da Índia para apresentar um protesto contra uma violação ao espaço aéreo do país, pedindo uma investigação sobre o ocorrido, que pode ter colocado em risco a vida de civis.

Leia Também

O Paquistão afirmou ter alertado a Índia para "consequências desagradáveis ​​de tal negligência e tomar medidas eficazes para evitar a recorrência de tais violações no futuro", segundo a agência de notícias Reuters .

Em entrevista coletiva nessa quinta (10), o porta-voz militar paquistanês, major-general Babar Iftikhar, informou que um "objeto voador de alta velocidade" caiu perto da cidade oriental de Mian Channu, vindo do norte da Índia.

"A trajetória de voo deste objeto colocou em risco muitos voos nacionais e internacionais de passageiros, tanto no espaço aéreo indiano quanto no paquistanês, bem como a vida humana e a propriedade terrestre", afirmou.

O Paquistão também pediu que a Índia compartilhasse o resultado da investigação feita pelo país sobre o disparo do míssil. Um oficial da Força Aérea paquistanês disse à Reuters que o objeto viajou a uma altitude de 40.000 pés, e voou 124 quilômetros no espaço aéreo paquistanês antes de cair.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários