Presidente da Rússia, Vladimir Putin
CC0 Public Domain
Presidente da Rússia, Vladimir Putin

Nesta sexa-feira (11), o presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse que houve certo progresso nas negociações com a Ucrânia em relação ao conflito entre os países, que já dura 16 dias . O líder russo, porém, não forneceu mais detalhes sobre as tratativas.

"Há certas mudanças positivas, dizem-me os negociadores do nosso lado", afirmou Putin durante uma reunião com o presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko. Segundo ele, as conversas continuaram "praticamente todos os dias".

"Vou te informar sobre a situação na Ucrânia, primeiramente sobre o andamento das negociações, que são conduzidas praticamente todos os dias. Como me disseram nossos negociadores, houve alguns desenvolvimentos positivos", acrescentou o presidente russo, dirigindo-se a Lukashenko.

Apesar de não ter dado mais informações sobre os encontros com a Ucrânia, Putin disse que entraria em mais detalhes com o presidente bielorrusso.

Leia Também

Nessa quinta-feira (10), os ministros das Relações Exteriores da Rússia e Ucrânia se reuniram em Antália, na Turquia . O  encontro, no entanto, terminou sem avanços.

"Não fizemos nenhum progresso em relação ao cessar-fogo", declarou o ministro das Relações Exteriores ucraniano, Dmytro Kuleba, após a reunião, acrescentando que a Ucrânia está "pronta para um novo encontro neste formato se houver perspectivas de encontrar uma solução".

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, por sua vez, disse que a reunião serviu para confirmar que a Rússia "não tem alternativas" e ainda salientou que encontros como o desta quinta "não podem ser usados para substituir as negociações principais" em Belarus.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários