magnata da ucrânia
Reprodução
magnata da ucrânia

O magnata ucraniano do ramo do petróleo e gás, Mikhail Watford, foi encontrado morto em sua mansão sob condições inexplicáveis, afirmou a polícia de Surrey, cidade na região metropolitana de Londres, onde ele morava em uma mansão de cerca de 18 milhões de libras (aproximadamente R$ 121 milhões).

Segundo veículos de mídia local, o corpo do homem de 66 anos foi descoberto na garagem de sua propriedade de luxo na última segunda-feira. Segundo a polícia, as condições sobre a morte do magnata são "inexplicáveis".

"Fomos chamados por volta do meio-dia de segunda-feira, 28 de fevereiro, após relatos da descoberta do corpo de um homem em um endereço em Portnall Drive, Wentworth. Uma ambulância foi chamada, mas o homem, que tinha 60 anos, foi infelizmente declarado morto no local. Seus parentes mais próximos estão cientes e estão sendo apoiados por oficiais especialmente treinados. Uma investigação sobre as circunstâncias da morte está em andamento, mas não se acredita que existam circunstâncias suspeitas no momento", afirmou a polícia local.

Segundo já divulgado pela mídia internacional, o empresário mantinha boa relação com Vladmir Putin. Não há, no entanto, nehuma pista ou indicativo de que a morte sob circuntâncias incertas, tenha alguma relação entre o empresário e o governo russo.

Leia Também

Mikhail Watford nasceu na Ucrânia com o nome de Mikhail Tolstosheya, em 1955, durante a era soviética. Ele era conhecido como Misha e, de acordo com o Sunday Times, 'ocidentalizou' seu sobrenome depois de se mudar para o Reino Unido.

Watford fez sua fortuna em petróleo e gás antes de construir um império imobiliário no Reino Unido.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários