Reunião entre Ucrânia e Rússia em Belarus
Reprodução/Ministério das Relações Exteriores da República da Bielorrússia
Reunião entre Ucrânia e Rússia em Belarus

Começou nesta quinta-feira (3) a segunda rodada de negociações entre  Rússia e Ucrânia em Belarus.

A previsão era de que as tratativas fossem retomadas na última quarta (2), mas o recrudescimento do conflito adiou as conversas.

De acordo com Mikhailo Podoliak, assessor do presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, os temas-chave na agenda são um "cessar-fogo imediato", "armistício" e a criação de "corredores humanitários para a evacuação de civis de vilarejos ou cidades destruídas ou sob constante bombardeio".

A primeira rodada de negociações em Belarus, na última segunda-feira (28), não produziu resultados. De acordo com a ONU, o conflito na Ucrânia já gerou mais de 1 milhão de refugiados, sendo que a maior parte fugiu para a Polônia.

Após ter enfrentado mais resistência do que esperava, a Rússia ampliou sua ofensiva nos últimos dias e conquistou a cidade de Kherson , de 300 mil habitantes e primeiro grande município ucraniano a cair.

Leia Também

Além disso, as forças russas cercaram Mariupol, no sul da Ucrânia, e mantêm Kharkiv, no nordeste, sob bombardeio intenso desde o início da semana.

"Estamos destruídos como nação. Esse é o genocídio do povo ucraniano", diz uma nota divulgada pela Prefeitura de Mariupol, município de meio milhão de habitantes que está sem água e aquecimento por causa do cerco.

Já na capital Kiev, as sirenes antiaéreas voltaram a soar nesta quinta-feira, porém a cidade vem sendo relativamente poupada nos últimos dias, o que pode ser uma tática do Kremlin para manter a via de negociações aberta.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários