Ryan Utterback, acusado de abuso sexual em Missouri
Reprodução/NKC School District Board of Education
Ryan Utterback, acusado de abuso sexual em Missouri

Um homem que tentou remover do catálogo escolar o premiado livro de quadrinhos autobiográfico "Fun home: Uma tragicomédia em família", escrito e ilustrado por Alison Bechdel, foi acusado de abuso sexual infantil nos Estados Unidos. Em novembro, Ryan Utterback, de 29 anos, havia tentado retirar esta e outras obras que abordam a temática LGBTQIAP+ de bibliotecas escolares em Kansas City, no Missouri, argumentando que entregar este material para uma criança equivaleria a um crime sexual.

Contra ele, há ainda uma acusação de agressão doméstica e uma contravenção de fornecer ou tentar fornecer material pornográfico a um menor. De acordo com a emissora "NBC News", as acusações contra Ryan datam de 2020, quando ele teria assediado uma menina de 12 anos e uma adolescente. Em outro caso, registrado em 2021, ele mostrou vídeos pornográficos para uma criança de 4 anos.

De acordo com Mary O'Hara, membro do grupo local de defesa da mídia LGBTQ, livros que entram na biblioteca escolar costumam passar por um processo de avaliação por especialistas em alfabetização e educação, que os avaliam e mediante seu mérito acadêmico e social.

"Os defensores da proibição de livros há muito tentam alegar incorretamente que a representação LGBTQ em livros, filmes, TV e anúncios é 'inadequada' ou 'obscena', enquanto outras mídias com narrativas e temas sobre relacionamentos do sexo oposto — mesmo aqueles com sexo explícito ou violência — não são alvos", afirmou ela em um comunicado.

Leia Também

O defensor LGBTQ de Kansas City, Justice Horn, esteve presente no debate sobre os livros em novembro e destacou que, para ele, "a moral desta história é que a proibição de livros não protege as crianças".

— Além disso, as pessoas que promovem a proibição de livros não estão protegendo as crianças, e todo legislador deve tomar nota.

Uma audiência sobre o caso de Ryan Utterback está agendada para o dia 10 de março.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários