Jovem que arrancou coração da mãe ainda viva é internada na Moldávia
Reprodução
Jovem que arrancou coração da mãe ainda viva é internada na Moldávia

A estudante Anna Leikovic - acusada de assassinar sua mãe, Praskovya Leikovic, arrancando seu coração com uma faca enquanto ela ainda encontrava-se viva - foi declarada pela Justiça da  Moldávia "não responsável por suas ações" e, dessa maneira, passará por uma internação em uma clínica psiquiátrica.

Segundo a acusação, após arrancar o coração de sua mãe, Anna retirou outros órgãos internos como pulmões e intestinos. Após o crime, a jovem teria tomado um banho e ido à casa do namorado para beber um champagne. Lá, contou ao companheiro que havia cometido um crime.

O jovem, então, esperou a assassina dormir para ir até sua casa conferir se a história era verdade. Após chegar ao local, o rapaz ligou para a polícia.

A avó da jovem afirmou a um jornal local que sua neta "não obedecia" e vivia um "estilo de vida imoral". Um mês antes do caso, uma ambulância foi até a casa da estudante para socorrê-la, já que a mesma teve uma overdose.

Leia Também

Segundo o portal The Sun, após a solicitação judicial, um exame psiquiátrico forense foi realizado em Anne. O documento afirma que a estudante "não foi capaz de perceber corretamente as circunstâncias que são importantes para o caso criminal" e que ela é "incapaz de testemunhar em um tribunal".


Durante seu julgamento, Anne permaneceu deitada no banco dos réus limpando as unhas, sem dar muita importância para o ambiente externo.

Ao ser apresentado o resultado do exame com a constatação médica de seu quadro mental, a jovem foi internada em uma instituição para deficientes mentais. O juri decidiu que, embora ela tivesse cometido o crime, não era criminalmente responsável por seus atos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários