Homem é acusado de matar esposa com dose letal de heroína
Divulgação WJRT
Homem é acusado de matar esposa com dose letal de heroína

Um homem de 47 anos foi considerado culpado nessa quarta-feira (17) por matar a própria esposa com uma dose letal de heroína dentro de uma tigela de cereal que deu para ela comer, no estado de Michigan, nos Estados Unidos .

Jason Thomas Harris foi condenado por  assassinato premeditado em primeiro grau e outras acusações envolvendo a morte de Christina Ann Thompson Harris, de 36 anos, em setembro de 2014.

Inicialmente, a morte da mulher havia sido considerada uma overdose acidental. Os investigadores, porém, testaram o leite materno que Christina guardava na geladeira para alimentar o filho mais novo e detectaram que ela não era usuária de drogas, informou o promotor David Leyton ao NY Post .

De acordo com ele, esse foi o primeiro caso em que o leite materno foi usado como prova em um processo criminal.

Leia Também

Jason recebeu um seguro de vida de $ 120.000 (cerca de R$ 667.968,00) com a morte da esposa, além de ter trocado mensagens de texto com várias outras mulheres por meses — e chegou a se mudar com uma delas para a casa da família apenas duas semanas após o assassinato.

Os irmãos de Jason também disseram à polícia que ele falava sobre "se livrar" da esposa. "Este foi um caso muito trágico e meu coração está com a família e os amigos de Christina Harris por sua terrível perda", lamentou o promotor em um comunicado.

"As circunstâncias deste caso geram uma história única e ganham manchetes na mídia, mas no centro disso uma família está de luto pela perda de seu ente querido e eu só posso esperar que o veredito de hoje os ajude a encerrar o processo", ele disse.

Jason Harris também foi condenado por encomendar um assassinato e por entrega de substância controlada, causando morte. Ele receberá a pena em um julgamento marcado para 10 de dezembro e pode pegar prisão perpétua.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários