Kim Jong Un, líder da Coreia do Norte
Reprodução
Kim Jong Un, líder da Coreia do Norte

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, pediu que os cidadãos do país comam menos comida até 2025 — ano em que o país reabrirá sua fronteira com a China. O país passa por uma crise de escassez de alimentos.

A fronteira entre a China e a Coreia do Norte foi fechada em janeiro de 2020, como medida de precaução por conta da pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), o que causou impacto negativo sobre a economia do país, que enfrenta subida de preços de bens de consumo.

Apesar das dificuldades, Kim Jong Un continua promovendo a ideia de autossuficiência em 2021. Em julho deste ano, o Comitê Central instruiu a população a começar a cultivar suas próprias safras para driblar a escassez de alimentos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários