Ex-assessor de Trump, Steve Bannon
Adrian Bretscher/Getty Images
Ex-assessor de Trump, Steve Bannon

O Congresso dos Estados Unidos decidiu, por 229 votos a favor e 202 contra, que o ex-assesor de Donald Trump, Steve Bannon , cometeu desacato ao negar colaborar com as investigações sobre a  invasão ao Capitólio, nos Estados Unidos, em 6 de janeiro deste ano.

Com o resultado da votação, o parlamento concorda com um comitê formado por legisladores que, de forma unânime, se manifestou a favor da acusação de desacato criminal contra Bannon.

Caso seja considerado culpado pelo Departamento de Justiça, o ex-assessor de Trump pode ser condenado a 12 meses de prisão, além de ser obrigado a pagar uma multa.

A decisão diz respeito à recusa de Bannon a prestar depoimento ao comitê especial da Câmara dos deputados, que investiga Trump pelo atentado de seus apoiadores contra o Congresso após a vitória de Joe Biden na eleição para presidente. À época, Bannon alegou estar protegido por "privilégios executivos", apesar de não fazer parte oficialmente do corpo de funcionários da Casa Branca.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários