Afegãos se agarram a aviões em Cabul
reprodução / Twitter
Afegãos se agarram a aviões em Cabul

As agências de Inteligência dos Estados Unidos, Reino Unido e Alemanha alertam que há um risco cada vez maior do  grupo terrorista Estado Islâmico realizar um atentado no aeroporto de Cabul, no Afeganistão .

Segundo diversas matérias publicadas localmente, há informações de que o grupo tenha ativado a célula Estado Islâmico de Khorasan (também conhecida como Isis-K) e possa realizar "múltiplos" atentados suicidas nas áreas próximas ao aeroporto internacional Hamid Karzai.

Em entrevista à emissora "Sky TG24", o diplomata italiano e representante civil da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no Afeganistão , Stefano Pontecorvo, confirmou a informação que estava circulando apenas entre fontes oficiais.

"O risco do EI aqui sempre foi mais elevado. A cidade de Cabul e o aeroporto com o velho regime eram muito mais controlados. Agora, os talibãs não tem mais números para controlar a cidade, mas estão contando com as tropas aliadas muito próximas ao aeroporto. Isso posto, posso confirmar que a ameaça no aeroporto por parte do EI é uma ameaça real, que todos levamos muito a sério", destacou Pontecorvo.

A Isis-K nasceu há alguns anos para ser uma "rival" da parte asiática da Al Qaeda, um grupo terrorista que sempre contou com o apoio dos talibãs.

A emissora norte-americana "CNN" diz que fontes relataram que o grupo quer "causar o caos" contra seus inimigos do Talibã e que diversos homens-bomba estão se dirigindo para Cabul para realizar os ataques. O EI busca aproveitar a caótica evacuação militar dos países ocidentais, que ocorre desde o dia 15 de agosto, para causar um crise ainda maior.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários