Presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani
Reprodução/redes sociais
Presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani

O presidente do Afeganistão, Asraf Ghani, teria deixado o país neste domingo(15), em meio ao  avanço do grupo fundamentalista islâmico Talibã pelo território afegão, informou a agência local Tolonews, citando fontes.

O grupo extremista chegou hoje aos arredores de Cabul e cercou a capital afegã por várias frentes, informou o Ministério do Interior do Afeganistão. O Talibã defende uma rendição pacífica do governo afegão.

Atualmente, o grupo já controla cidades importantes como Kandahar, segunda maior do Afeganistão, Herat e Lashkar, capital da província de Helmand, e o distrito de Char Asyab, a apenas 11 quilômetros ao sul da capital afegã.

De acordo com a agência de notícias AFP, o grupo conseguiu conquistar também Mazar-i Sharif, capital da província de Balkh e reduto de forças tradicionalmente hostis aos jihadistas, após violentos combates. Hoje, o Exército afegão havia realizado novos ataques aéreos no centro comercial que era a única grande cidade no norte do país que não tinha sido tomada.

 Com exceção de Cabul, Jalalabad (leste), Gardez e Khost (sudeste) são as únicas outras cidades importantes ainda controladas pelo governo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários