Jeanine Áñez, ex-presidente da Bolívia, presa nesta madrugada (13)
Reprodução/Twitter
Jeanine Áñez, ex-presidente da Bolívia, presa nesta madrugada (13)

A ex-presidente da Bolívia, Jeanine Áñez , presa na madrugada deste sábado (13) sob acusações de terrorismo, sedição e conspiração de um suposto golpe de Estado contra o ex-presidente Evo Morales , estava escondida dentro de uma cama-box quando foi encontrada pelas autoridades bolivianas.

Segundo a Agencia Boliviana de Información,  a ex-presidenta se escondia no local para "burlar a intensa operação policial realizada nas investigações pelo 'Caso Golpe de Estado' . (Veja o Tweet abaixo).



A prisão foi acompanhada pelo ministro do Governo (interior), Carlos Eduardo del Castillo. Em suas redes sociais, del Castillo parabenizou os responsáveis pela operação.

"Informo ao povo boliviano que a senhora Jeanine Áñez já foi apreendida e neste momento está nas mãos da polícia", disse, enaltecendo os policiais pelo "grande trabalho (...) nesta grande e histórica tarefa de fazer justiça ao povo boliviano".

A ex-presidente diz que o governo a acusa "de um golpe de Estado que nunca aconteceu". O local onde ela está presa não foi divulgado até o momento.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários