Donald Trump
Reprodução
Donald Trump. 45.º presidente dos Estados Unidos

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump , corre risco de sofrer impeachment após a invasão de seus apoiadores no Capitólio, a câmara dos deputados do país. O partido democrata começa a articular o afastamento de Trump nesta segunda-feira (11), mas pode ser que o processo não seja concluído antes de Joe Biden, presidente eleito, tome posse no dia 20 de janeiro.

A deputada Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Representantes do congresso americano, afirmou em seu perfil do Twitter que Trump é “louco, desequilibrado e perigoso”. Segundo Pelosi, os democratas devem lançar o processo de impeachment , a menos que o vice-presidente Mike Pence – rachado com Trump – invoque a 25ª Emenda, onde o próprio gabinete destitui o presidente.

No pedido de impeachment articulado pelos democratas, o partido apontará Trump como culpado pela invasão no Capitólio. A ação terminou com a morte de 5 pessoas e a prisão de 90 invasores. A conta do presidente dos Estados Unidos foi banida permanentemente do Twitter, a principal ferramenta de diálogo entre Trump e seus apoiadores.

O partido democrata considera que Trump é uma grande ameaça para a segurança dos Estados Unidos, colocando em dúvida sua integridade e compromisso com a transição pacífica. O deputado Ted Lieu afirma que ao menos 180 congressistas devem assinar o documento pedindo o impeachment de Trump. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários