bolsonaro
O Antagonista
Renan Bolsonaro e o pai Jair Bolsonaro


O filho 04 do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o Jair Renan Bolsonaro , reativou o seu canal no Youtube, na última terça-feira (4), com o lançamento de um programa de entrevistas intitulado " Condomínio 04 ", uma alusão ao episódio que o tornou conhecido do grande público após o seu pai afirmar que ele havia se relacionado sexualmente com metade do condomínio onde moravam no Rio de Janeiro, o Vivendas da Barra. Renan atuava como empresário e chegou a fazer lobby com o governo do seu pai .

O presidente citou o próprio filho em uma entrevista ao explicar o envolvimento de Renan com a filha de Ronnie Lessa, o miliciano acusado de envovolvimento no assassinato da vereadora Marielle Franco e do seu motorista Anderson Gomes. Lessa e a família Bolsonaro moravam no mesmo condomínio na Barra da Tijuca. 

Até o momento o vídeo conta com 9.699 visualizações, número considerado baixo para os padrões de engajamento da plataforma de vídeo. O programa de estréia de Renan contou com a presença do influenciador Raiam Santos em um entrevista sobre o apoio público à candidatura de Jair Bolsonaro em 2018, o racismo e com momentos de disputa sobre quem transou com mais pessoas. Já na abertura do vídeo Raiam chama Renan de " comedor de condomínio ", que retruca dizendo que o influenciador "comeu metade do mundo".

Em certo ponto da entrevista, Renan questiona o influenciador sobre qual foi o país em que "você mais comeu gente ?". A expressão "comer gente" foi usada pelo presidente Bolsonaro ao explicar o porquê do recebimento de auxílio-moradia da Câmara enquanto exercícia as funções como deputado federal, uma vez que possuía residência fixa em Brasília. 

A entrevista conduzida por Renan migra da conversa sobre sexo para discussão de supostas teses sobre o racismo . O influenciador Raiam Santos, que é negro, afirma que o ser humano é racista por natureza e que este é um comportamento incorrigível.


"Não tem como lutar contra isso. O céu é azul, o ser humano é racista por natureza. Fui educado desde cedo que não tem como lutar. A maneira de lutar contra isso é ser a melhor versão de mim mesmo. Nada de vitimismo, nada de sentir pena de si mesmo, nada de se apequenar”, afirmou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários