gafanhotos
Reprodução
Nuvem de gafanhotos na Argentina


Técnicos da Argentina começaram no último final de semana o controle da  nuvem de gafanhotos que se aproxima do Brasil e do Uruguai. Confederação Rural da Argentina (CRA), que atua em conjunto com o Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agro-Alimentar (Senasa) aponta uma redução de 15% no número de insetos após a pulverização de inseticidas.


A última atualização apontava que a nuvem estava localizada a 55 km na cidade de Curuzú Cuatiá, dentro da província de Corriente, e a pouco mais de 100 km do território brasileiro. 

No último domingo (28) foram realizadas aplicações em terra de defensivos agrícolas que devem contríbuir na diminuição do número de insetos e na concentração deles. 

A praga é pouco conhecida, o Ministério da Agricultura da Argentina disse que a espécie Schistocerca cancellata causou danos catastróficos à produção do país nos anos 1960.

    Veja Também

      Mostrar mais