Elizabeth Warren
Reprodução/Fox News
Elizabeth Warren concorreu à indicação democrata para a disputa pela presidência

A senadora Elizabeth Warren declarou oficialmente apoio a Joe Biden , pré-candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, nesta quarta-feira (15). Warren estava na corrida pela indicação do partido, mas desistiu da campanha no início de março.

Leia também: Candidato democrata, Joe Biden é acusado de abuso: “Me penetrou com os dedos''

A senadora ocupava o terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto entre os pré-candidatos do Partido Democrata e desistiu de concorrer após conquistar poucos votos em uma das prévias . Desde então, porém, Warren não havia oferecido apoio a nenhum outro companheiro de partido.

“Nesse momento de crise, é mais importante do que nunca que o próximo presidente restaure a fé em um governo eficiente. Joe Biden passou quase a vida inteira no serviço público, ele sabe gerenciar um governo com integridade, competência e coração. Não podemos deixar Donald Trump continuar a por em perigo as vidas e o sustento de cada americano”, disse Elizabeth Warren em vídeo divulgado nas suas redes sociais. Ela também pediu doações para a campanha do antigo opositor.

Após a desistência de Bernie Sanders, Biden tornou-se o único pré-candidato do partido e, apesar de ainda precisar ser confirmado na convenção nacional do partido, deve enfrentar Trump na disputa pela Casa Branca no final deste ano. 

Nesta terça-feira (14) o ex-presidente Barack Obama , de quem Biden foi vice, também  declarou apoio público a sua eleição. Antes dele, Bernie Sanders e Michael Bloomberg já haviam apoiado a candidatura de Joe Biden.

Leia também: "Em toda sala, há um cadáver": o triste relato de uma enfermeira em Nova York

A mídia norte-americana afirma que os posicionamentos são coordenados para mostrar unidade dentro do partido, com o objetivo de derrotar Donald Trump nas urnas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários