Tamanho do texto

Presidente Donald Trump afirma no Twitter que Estados Unidos podem reagir de maneira rápida e "talvez desproporcional"

ataque em Bagdá arrow-options
Reprodução Twitter
foto do ataque ao Iraque no sábado

Três foguetes atingiram regiões de Bagdá, capital do Iraque,  neste domingo (5), segundo o exército local. Dois deles caíram na Zona Verde , onde está a embaixada dos Estados Unidos e a representação diplomática de outros países.

O terceiro foguete atingiu o bairro de Jadryia , vizinho à Zona Verde. Sirenes foram acionadas nesses locais e seis pessoas ficaram feridas.

Militares do Irã duvidam que Trump cumpra ameaças que fez: "não teria coragem"

 No sábado (4) a região já havia sido bombardeada, como também a base aérea de Balad , a 80 km de Bagdá, sem vítimas. A base é iraquiana, mas abriga forças norte-americanas. 

Trump

Também neste domingo, o presidente dos Estados Unidos Donald Trump usou sua conta no Twitter para reiterar ameças ao Irã caso algum norte-americano ou alvo do país seja atingido. 

Coligação internacional suspende apoio às tropas iraquianas

 "se o Irã atacar qualquer pessoa ou alvo dos EUA, os Estados Unidos reagirão de forma rápida e completa, e talvez de maneira desproporcional. Esse aviso legal não é necessário, mas é concedido mesmo assim!", disse Trump na postagem


Também no sábado (4), Trump afirmou que os EUA têm 52 alvos iranianos na mira, "alguns deles de grande importância" para o Irã.

Trump diz que tem 52 alvos do Irã na mira caso americanos sejam atacados

 Ele ainda ressaltou o poderio militar norte-americano e o investimento de US$ 2 trilhões em equipamentos do setor.