Tamanho do texto

Pleito também terá um plebiscito sobre reforma de segurança; principais cotados para ir ao 2° turno são Daniel Martínez e Luis Lacalle Pou

Uruguai arrow-options
Reprodução/Twitter
Candidato da Frente Ampla, Daniel Martínez é um dos cotados para avançar ao segundo turno

O Uruguai realiza neste domingo (27) eleições presidenciais e legislativas, as quais escolherão o substituto do presidente Tabaré Vázquez e a nova composição do Congresso.

Leia também: "Bolsonaro já disparou ataques a deputados do seu celular", revela Joice

As pesquisas indicam que os candidatos da Frente Ampla, Daniel Martínez, e do Partido Nacional, Luis Lacalle Pou, devem se enfrentar no segundo turno, em 24 de novembro. No primeiro turno, as previsões apontam que a Frente Ampla terá 40% dos votos, seguido por 28% do Nacional, 13% do Partido Colorado, do candidato Ernesto Talvi, e 11% do Cabildo Abierto, com Guido Manini Ríos.

Daniel Martínez é um engenheiro de 62 anos que foi prefeito de Montevidéu até abril. Já Lacalle Pou, de 46 anos, é filho de Luis Alberto Lacalle Herrera, presidente de 1990 a 1995. É advogado, mas durante toda a vida adulta atuou como parlamentar.

Em um momento de tensão na América do Sul - com protestos no Chile , contestação da reeleição de Evo Morales na Bolívia e eleição presidencial na Argentina , que está em crise econômica, o Uruguai apresenta um cenário de mais estabilidade.

Leia também: Covas pode ter Russomano como vice para prefeitura de São Paulo

O pleito no Uruguai , que acontece em um momento em que Vázquez faz tratamento contra um câncer, também incluirá um plebiscito se aprovam ou não a reforma constitucional na área de segurança, qie cria a guarda militar.