Tamanho do texto

Entre os cadáveres encontrados no sábado estava um menino de três anos e duas mulheres, uma delas grávida

praia da tunísia arrow-options
Reprodução/Twitter
Subiu para 72 o número de mortos em naufrágio no litoral da Tunísia

O número de mortos em um navio repleto de migrantes que afundou na costa da Tunísia na semana passada subiu para 72 depois que mais corpos foram encontrados no mar, nesta sexta-feira (12).

Leia também: Capitã presa na Itália por levar migrantes receberá medalha de honra em Paris

Segundo a organização Meia Lua Vermelha, da Tunísia , o número final de pedágios poderia ultrapassar 80, o que o tornaria um dos piores desastres em barcos de migrantes até o momento.

De acordo com declarações de um dos sobreviventes a um funcionário da Organização Internacional para as Migrações (OIM), havia 86 pessoas a bordo do bote de borracha, que partiram da cidade líbia de Zuara, 120 km a oeste de Trípoli com destino à Itália.

Leia também: Deputados pedem a Trump avaliação sobre violações de direitos humanos no Brasil

Em Zarzis, a sudeste da capital, Túnis , foram encontrados 36 cadáveres, e outros dois na ilha vizinha de Yerba, declarou à agência AFP Mongi Slim, presidente da Meia Lua Vermelha tunisiana em Medenin.

Os corpos foram transferidos para o hospital da cidade de Gabes para a retirada de amostras de DNA e onde serão realizados os enterros.

Leia também: Governo e oposição da Venezuela concordam em formar mesa de trabalho permanente

Na quinta-feira passada, um funcionário da OIM anunciou o naufrágio de um barco com mais de 80 imigrantes a bordo na costa da Tunísia , após falar com um dos três sobreviventes. Entre os cadáveres encontrados no sábado estava um menino de três anos e duas mulheres, uma delas grávida.