Tamanho do texto

Menores de 3 e 7 anos estavam com os pais e outros turistas na região de El Yeso, em San José de Maipo; não se sabe se outras pessoas ficaram feridas

Crianças brasileiras morrem no Chile
Reprodução/Facebook/DiarioNCM
Duas crianças brasileiras morreram após serem atingidas por rocha no Chile

Duas crianças brasileiras morreram nesta segunda-feira (3) após serem atingidas por uma rocha nas proximidades do reservatório El Yeso, em San José de Maipo, região metropolitana de Santiago, no Chile .

Leia também: Polícia chilena apura se houve negligência no resgate de brasileiros

De acordo com as primeiras informações, divulgadas pelo Diario ACM , as crianças de 3 e 7 anos estavam com seus pais junto com um grupo de turistas que percorreu o setor de La Cortina.

O mais novo morreu ainda no local. O mais velho chegou a ser transferido de helicóptero para o hospital de San José, mas não resistiu aos ferimentos. Ainda não se sabe se existem mais pessoas feridas além dos menores após o deslocamento da rocha .

Família morta em apartamento no Chile

Família de brasileiros morta no Chile
Reprodução/Facebook
Família de brasileiros foi encontrada morta por inalação de gás que vazou em apartamento alugado no Chile

Esta é a segunda tragédia que acaba com a morte de brasileiros em Santiago em menos de um mês. No último dia 23 de maio,  seis turistas foram encontrados mortos em um apartamento alugado vítimas de um vazamento de gás.

O grupo, que integrava uma mesma família, estava de férias e havia alugado o imóvel através de um aplicativo. Foram encontrados quatro adultos e duas crianças falecidos no apartamento. Nesta segunda-feira, os  corpos da família serão trazidos ao Brasil e o enterro deve acontecer nesta terça (4).