Tamanho do texto

Citando o personagem mexicano, o autodeclarado presidente da Venezuela fez um pronunciamento a seus apoiadores e prometeu continuar protestos

juan guaido e leopoldo lopez
Reprodução/Twitter
Guaidó ao lado de Leopoldo Lopez, promete continuar protestos contra Maduro

Juan Guaidó fez um pronunciamento no começo da tarde desta quarta-feira (01) comentando as manifestações que tomaram a Venezuela na última terça-feira (30). Depois do primeiro dia de operação para derrubar o atual Presidente Nicolás Maduro, Guaidó falou com o público e prometeu continuar as manifestações.

Leia também: EUA dizem estar preparados para intervenção militar na Venezuela

“Como diria Chapolim, eles não contavam com a nossa astúcia”, comentou Guaidó . Ele prometeu continuar pressionando Maduro e afirmou que as manifestações atuais são “apenas o começo”. “O mais importante é ficar nas ruas”, declarou.

Leia também: 'Não tem derrota nenhuma', diz Bolsonaro sobre Guaidó

A declaração veio após Maduro se pronunciar a respeito das Forças Armadas do país, alegando ter seu apoio. Guaidó, por sua vez,  chamou a população que o apoia a continuar nas ruas: “Vamos ficar nas ruas por que nosso sacrifício não é em vão, é pela nossa família e nosso futuro”. Ele prometeu manter os protestos até que Nicolás Maduro seja tirado do poder.

Guaidó conta com o apoio de Leopoldo López, ex-prefeito de Chacao e principal nome da oposição depois dele. López estava em prisão domiciliar, mas foi libertado pelas forças de Guaidó e está asilado na embaixada da Espanha em Caracas.