Mourão apoia movimento de líderes opositores na Venezuela
Alan Santos/PR - 24.4.2019
Mourão apoia movimento de líderes opositores na Venezuela

O vice-presidente Hamilton Mourão comentou a situação da Venezuela e afirmou que a articulação da oposição deve levar à queda do presidente Nicolás Maduro. Nesta terça-feira (30), o autoproclamado presidente do país, Juan Guaidó, convocou manifestações e foi às ruas ao lado de militares e cidadãos. 

Leia também: Vídeos mostram reação de venezuelanos após Guaidó fazer chamado contra Maduro

"Não tem mais volta. As pontes foram queimadas", afirmou Mourão à Folha de S.Paulo . "A presença de Guaidó e Leopoldo López liderando o movimento na rua demonstra que foram para o tudo ou nada. Ninguém faz isso se não tem uma carta na manga", opinou. Para o vice-presidente,  a articulação dos opositores pode levar à queda da ditadura ou a um conflito interno no país. 

Guaidó foi a base base aérea de La Carlota nesta manhã e anunciou o apoio dos militares na luta contra Maduro. Ele também convidou a população para ir às ruas no que chamou de "fim definitivo" da usurpação de poder do presidente. O ditador, no entanto, nega que tenha perdido o apoio das Forças Armadas. 

Após o início das manifestações,  Bolsonaro convocou uma reunião de emergência com ministros para falar sobre a crise no país vizinho. O vice-presidente Hamilton Mourão , os ministros do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, da Defesa, Fernando Azevedo, e das Relações Exteriores, o chanceler Ernesto Araújo participaram do encontro. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários