Tamanho do texto

Cerca de 185 pessoas morreram e pelo menos 400 ficaram feridas; O presidente do Sri Lanka, Sirisena, pediu calma ao país após o ocorrido

Pelo menos 185 pessoas morreram e cerca de 400 ficaram feridas neste domingo (21) após uma série de explosões registradas em três igrejas e hotéis de luxo no Sri Lanka, onde vários cristãos comemoravam o Domingo de Páscoa.  Fontes hospitalares afirmam 469 feridos. O governo decretou um toque de recolher de 12 horas no país a partir das 18h no horário local (9h30, em Brasília) devido ao atentado.

Leia  também: Atentado em escola deixa ao menos 18 mortos na Crimeia; autor era um aluno

Líderes mundiais. Papa, Trump e Erdogan
Divulgação
Líderes mundiais falam sobre atentado que aconteceu no Sri Lanka

O presidente do Sri Lanka,  Maithripala Sirisena , pediu calma ao país após o atentado . "Por favor, fiquem calmos e não sejam enganados por rumores", declarou ele em mensagem à nação. 

Leia também: Número de mortos em atentado com carro-bomba na Colômbia sobe para 21

Após o posicionamento do presidente, uma série de líderes mundiais e personalidades de destaque mandaram mensagens de apoio ao país. Entre eles estão o Papa e Donald Trump.

  • Papa
Papa
Divulgação
Líderes mundiais falam sobre atentado que aconteceu no Sri Lanka

O Papa Francisco expressou a sua “tristeza” perante o ataque no país governado por Maithripala Sirisena neste domingo de Páscoa, mostrando-se próximo de “todas as vítimas de tal violência cruel”.

"Soube com tristeza e dor as notícias sobre os graves ataques, que precisamente hoje, Páscoa, levou luto e dor às igrejas e outros lugares onde as pessoas estavam reunidas no Sri Lanka", disse ele diante de uma multidão que acompanhava as celebrações na Praça de São Pedro, no Vaticano.

  • Donald Trump
Trump
Divulgação
Líderes mundiais falam sobre atentado que aconteceu no Sri Lanka

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump , também prestou "condolências" sobre o ocorrido: "138 pessoas foram mortas, com mais de 600 gravemente feridas, em um ataque terrorista em igrejas e hotéis. Os Estados Unidos oferecem sinceras condolências ao grande povo do Sri Lanka. Estamos prontos para ajudar!"

  • Frank-Walter Steinmeier
Frank-Walter Steinmeier
Divulgação
Líderes mundiais falam sobre atentado que aconteceu no Sri Lanka

O presidente-federal da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, mandou mensagens de apoio ao Presidente de Sirisena. "Atordoado e horrorizado... assim acompanho as terríveis notícias dos covardes ataques terroristas no Sri Lanka, que mataram tantas pessoas inocentes e feriram muitas outras", disse ele em sua conta do Twitter.

  • Recep Tayyip Erdoğan
Presidente da Turquia
Divulgação
Líderes mundiais falam sobre atentado que aconteceu no Sri Lanka


O Presidente da Turquia falou sobre o assunto em sua conta oficial do Twitter. Em seu comunicado, ele se soladarizou com o ocorrido. "Desejo a paz para todos os cristãos, os nossos cidadãos cristãos em particular, e sinceramente cumprimentá-los pela ocasião da Páscoa".

  • Theresa May
Theresa Mayu
Divulgação
Theresa May, primeira-ministra do Reino Unido

A primeira-ministra do Reino Unido e Líder do partido conservador desde 2016, Theresa May, falou sobre os ataques no Sri Lanka, como todos, por meio de sua conta oficial do Twitter.

"Os atos de violência contra as igrejas e os hotéis no Sri Lanka são verdadeiramente terríveis, e as minhas mais profundas condolências saem a todos os afetados neste momento trágico. Temos de nos unir para garantir que ninguém tenha de praticar a sua fé com medo", disse.

Leia também: Atentado terrorista deixa ao menos três feridos frente ao Parlamento de Londres

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PSL), ainda não se posicionou sobre o atentado no Sri Lanka.

    Leia tudo sobre: Donald Trump