Tamanho do texto

Estação e passageiros são tomados por fogo após trem colidir com barreira em estação no Cairo; autoridades ainda não sabem qual a causa do acidente

Trem em alta velocidade colidiu com barreira no final de linha férrea, no Egito
Reprodução/Twitter/Mada Masr
Trem em alta velocidade colidiu com barreira no final de linha férrea, no Egito

Um trem em alta velocidade colidiu com uma barreira na estação ferroviária de Ramses, no Cairo, resultando na explosão de um tanque de combustível, na manhã desta quarta-feira (27). Pelo menos, 28 mortos e 50 feridos foram confirmados pelas autoridades responsáveis pela linha férrea, de acordo com o jornal Al Jazeera .

Leia também: Colisão entre trens no Rio já deixa maquinista preso há 5 horas nas ferragens

A estação é uma das principais da capital egípcia e, no momento do acidente, diversos passageiros aguardavam na plataforma para embarque. Em imagens e vídeos divulgados nas redes sociais, é possível o momento em que as chamas tomam a estação, após a colisão do trem com a barreira no final da linha, e algumas pessoas são vistas tentando socorrer as vítimas, enquanto outras são cobertas pelo fogo.

Segundo a imprensa local, diversas ambulâncias e veículos do corpo de bombeiros foram acionados, a fim de atender à ocorrência, e o local foi evacuado para que o incêndio  fosse controlado. Os feridos foram encaminhados para os hospitais mais próximos da estação e, segundo a ministra da Saúde, Hala Zayed, a maioria sofre de queimaduras e de ossos quebrados.

Leia também: "Não pode e não vai acontecer de novo", diz Witzel sobre colisão de trens no Rio

As autoridades ainda não têm conhecimento nem do que possa ter causado a colisão e nem se havia ou não um condutor dentro do trem. Funcionários da estação afirmaram à imprensa local não terem descartado a possibilidade de um ataque terrorista.

O primeiro-ministro do Egito , Mostaa Madbuly, compareceu ao local do acidente e informou que o caso vai ser investigado por um comitê específico e que "qualquer um responsável por negligência deverá responder pelo acidente e assumir as graves consequências".

Leia também: Colisão entre dois trens deixa ao menos 226 pessoas feridas na África do Sul

Segundo o Gabinete do Egito, as famílias das vítimas que estavam na estação no momento da colisão do trem e que foram mortas ou que gravemente feridas receberão 80 mil libras egípcias (cerca de R$ 17 mil), enquanto as vítimas com ferimentos leves receberão 25 mil libras egípcias (cerca de R$ 5 mil).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas