Tamanho do texto

Para ele, sete anos é a idade limite para uma criança crer no 'bom-velhinho'; pergunta foi feita em evento tradicional de ligações de Natal ao presidente

Donald Trump e sua esposa, Melania, participam de evento tradicional de ligações de Natal na Casa Branca
Reprodução/Twitter
Donald Trump e sua esposa, Melania, participam de evento tradicional de ligações de Natal na Casa Branca

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi 'direto e reto', ao perguntar a um menino de 7 anos se ele "ainda acreditava no Papai Noel". A questão foi feita por telefone, durante um evento tradicional norte-americano em que o presidente e a primeira-dama, no caso Melania Trump, atendem ligações de crianças, no dia do Natal.

Leia também: Casa Branca informa que Trump não virá para a posse de Bolsonaro como presidente

Os pequenos costumam ligar para o casal presidencial a fim de acompanhar os movimentos do 'bom-velhinho' pelo globo. Além disso, as crianças sempre perguntam ao presidente a respeito da quantidade de presentes que já foram entregues pelo Papai Noel. Trump , no entanto, não alimentou tanto a "magia do Natal" para essa criança em específico.

As estimativas para, tradicionalmente, responder às perguntas das crianças partem dos dados do programa do Comando de Defesa Aeroespacial da América do Norte, conhecido como Norad (na sigla em Inglês). O programa mostra o movimento do Papai Noel no mapa mundial. 

Segundo o presidente norte-americano, sete anos é uma idade limite para acreditar no Papai Noel . A pergunta foi feita em um momento registrado pelas câmeras do salão oval. Nas redes sociais, a reação dos internautas quanto à conversa do republicano com a criança que o ligou foi rechaçada.

Leia também: Donald Trump afirma que tem poder de conceder perdão presidencial a si mesmo

Apesar disso, de acordo com estudos realizados sobre o tema, destacados pelo jornal The New York Times , crianças deixam, de fato, de acreditar no símbolo do Natal entre as idades de 5 a 8 anos.

Segundo o jornal, esta margem se manteve muito consistente por décadas. Afinal, um documento de 1978 mostra que 85% das crianças com 5 anos acreditam, enquanto que 25% das crianças com 8, não. Em 2015, um estudo da Austrália descobriu que crianças estão passando a desacreditar mais cedo, talvez por conta dos 'spoilers' que existem na internet hoje em dia.

Leia também: Assessor de Trump diz que visita a Bolsonaro seria "oportunidade histórica"

O 'spoiler' de Trump , portanto, pode ter sido dado no tempo certo. O que resta é saber se a criança em questão acreditou no presidente dos Estados Unidos ou se manteve fiel à sua imaginação. 

    Leia tudo sobre: donald trump